Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Gestão > Notícias > Melhores do país em Gestão Pública são premiados no Clad

Notícias

Melhores do país em Gestão Pública são premiados no Clad

publicado:  07/04/2015 15h24, última modificação:  07/04/2015 15h24

Brasília, 28/10/2009 - As dez organizações públicas brasileiras que mais se destacaram no período 2008/2009 no quesito qualidade em gestão foram premiadas na noite de ontem, em Salvador, na abertura do 14º Congresso do Centro Latino-Americano de Administração para o Desenvolvimento (Clad).


Foto: JS Vídeo/Divulgação.

Na Categoria Ouro, a vencedora foi a unidade da Eletronorte Regional de Transmissão do Mato Grosso.

As unidades da Eletronorte Regional de Transmissão do Maranhão, Superintendência de Engenharia de Operação e Manutenção da Transmissão e Superintendência de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico compartilham a Categoria Prata com o Colégio Militar de Fortaleza e o Laboratório Químico Farmacêutico do Exército.


Foto: JS Vídeo/Divulgação.

Os premiados na Categoria Bronze são a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), a 3ª Policlínica Niterói do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), a Regional da Eletronorte de Produção e Comercialização de Rondônia e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A premiação anual do Prêmio Nacional da Gestão Pública (PQGF) é uma iniciativa do Ministério do Planejamento para destacar modelos de excelência no setor público, diferenciados em razão do alto desempenho institucional e da conduta gerencial mais próxima das expectativas da sociedade. O processo de premiação – avaliação da atuação das candidatas por sistema de pontuação e visitas – é conduzido pelo Conselho Nacional do Prêmio, presidido pelo empresário Jorge Gerdau Johannpeter.

Quem são as premiadas – A Eletronorte tem sido destaque do setor elétrico em premiações do PQGF desde 1997, com o total de 20 premiações nessa trajetória. Em 2009, esse mérito se amplia com o reconhecimento (Ouro, Prata e Bronze) para cinco das suas unidades. A empresa conta com um moderno e eficiente sistema de gestão sustentável, internalizado nas suas práticas diárias, reconhecidas internacionalmente e em sintonia com o Comitê de Sustentabilidade Empresarial do Sistema Eletrobrás.


Foto: JS Vídeo/Divulgação.

A Regional de Transmissão do Mato Grosso, premiada na Categoria Ouro, é responsável pela operação do maior sistema de transmissão do Brasil. São 2.534 km de linhas com capacidade de transportar até 400 MW nas tensões de 138 kV e 230 kV, nove subestações e 1.384 MVA de transformação, além do terceiro circuito da linha de transmissão Cuiabá-Rondonópolis, construído em parceria com a iniciativa privada. Em Mato Grosso, a energia elétrica transportada pela Eletronorte atende diretamente a uma população de 2,8 milhões de pessoas.


Foto: JS Vídeo/Divulgação.

A unidade também desenvolve projetos de responsabilidade social, como o Caratê com Energia, prática esportiva que educa jovens para a cidadania; e o Linha Verde, cultivo de hortas comunitárias em regime de comodato nas faixas de servidão das linhas de transmissão. Em seus novos empreendimentos, a Empresa desenvolve programas de educação ambiental, de controle erosivo, de recuperação de áreas degradadas, de indenização e desapropriação e de saúde.

A Superintendência de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico direciona atividades para a gestão de projetos de pesquisa, desenvolvimento tecnológico, transferência de tecnologia, gestão da propriedade intelectual da organização e programas e projetos de eficiência energética na região amazônica. Nesses processos conta com parcerias das Instituições de Pesquisa e Universidades, órgãos de Educação Estaduais e Federais. O desempenho de acordo com os critérios do PQGF, incluindo a capacitação de toda a força de trabalho e o incentivo a práticas inovadoras resultaram em reconhecimento e prêmios.

Já a unidade da Eletronorte no Maranhão tem como principal negócio a transmissão da energia elétrica gerada principalmente pela Usina Hidrelétrica Tucuruí naquele Estado, bem como a operação da interligação do Sistema Norte-Nordeste e Norte-Sudeste-Centro-Oeste. Participa do PQGF desde 1997 e ao longo desse tempo tem conseguido grandes resultados em decorrência da aplicação dos critérios de excelência do modelo empresarial, bem como do crescimento de sua força de trabalho.

A Regional de Produção da Eletronorte de Rondônia em funcionamento há 28 anos é responsável pela geração e transmissão de energia elétrica naquele Estado e, também pelo atendimento ao Estado do Acre. Conta com 14 subestações e 1.189 km de linhas de transmissão. Uma das principais conquistas da Regional é deixar de ser um sistema isolado para conectar-se ao Sistema Interligado Nacional- SIN. Tem como lema: Eletronorte Rondônia gerando energia e desenvolvimento sustentável. Incentiva iniciativas nas áreas da educação, desenvolvimento auto-sustentável, pesquisa, cultura, lazer e esporte da região.

A Superintendência de Engenharia de Operação e Manutenção da Transmissão da Eletronorte tem o domínio tecnológico dos processos de operação e manutenção de todas as unidades de transmissão da Empresa, no Sistema Interligado (Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins); e nos sistemas isolados (Acre, Amapá, Rondônia e Roraima). É responsável pela gestão corporativa, normatização, monitoramento e suporte técnico de toda a rede de transmissão de energia elétrica da Eletronorte, compreendendo estudos e análise de desempenho da proteção e automação, rede de supervisão, rede de telecomunicações, estudos elétricos da operação, gerenciamento de contratos, supervisão da operação das instalações e engenharia de manutenção e participação ativa em processos pré-operacionais.

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) presta serviços de abastecimento de água e coleta e tratamento dos esgotos em 149 municípios dos 184 do estado do Ceará. A Cagece é hoje uma das empresas de saneamento do país que trata 100% do esgoto coletado. Contribui, assim, para a melhoria da saúde e qualidade de vida, atuando de forma sustentável, com responsabilidade social e ambiental. O objetivo é figurar entre as três melhores empresas no seu setor de atuação até 2012. Para alcançar essa meta, sua gestão está focada no cliente e nos objetivos de sustentabilidade e competitividade. Na comunicação com fornecedores oferece portal na Internet para consulta em tempo real de processos de pagamento dos últimos 180 dias, além de permitir a atualização do banco de preços e dados cadastrais.

Por sua vez, a 3ª Policlínica de Niterói é uma unidade militar de Saúde do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, voltada à prestação de serviços de saúde em nível de atenção básica, realizando consultas médicas e assistenciais, Serviço de Pronto Atendimento, diagnósticos por imagem em radiologia, coleta de exames laboratoriais, eletrocardiogramas, atividades de prevenção e vacinação, e referência como Pólo de Programas de Saúde. Esse atendimento beneficia militares do Corpo de Bombeiros e dependentes, e em menor escala, os pensionistas, totalizando público estimado de 60 mil clientes.

Criado por Dom João VI para atender à corte e às tropas reais, o Laboratório Químico Farmacêutico do Exército, com sede no Rio de Janeiro, atende a organizações militares e outros órgãos públicos. Dotado de parque fabril com equipamentos de última geração, fornece medicamentos para programas estratégicos do Ministério da Saúde para o atendimento da população. Também contribui com a saúde dos militares envolvidos em missões de paz (Haiti – Sudão – Costa do Marfim – Etiópia – Libéria – Timor Leste – Nepal – Chipre), apoiadas pela ONU.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) tem sede própria em vários estados brasileiros e um escritório na África para atividades de cooperação na área de saúde. O órgão é o maior produtor mundial da vacina contra a febre amarela. Gera economia aos cofres públicos, fabricando medicamentos e desenvolvendo tecnologia capaz de induzir a redução dos preços, como já acontece com os antirretrovirais. A Fiocruz é responsável pelo Programa Farmácia Popular do Brasil, que coloca medicamentos à disposição dos brasileiros a preços até 85% inferiores aos do comércio nas 499 farmácias populares instaladas até dezembro de 2008.

Já o Colégio Militar de Fortaleza, voltado para formar cidadãos e despertar vocação para a Carreira Militar, é responsável pelo atendimento nos níveis de ensino fundamental e médio com uma oferta de elevado nível de educação. Para aprimorar suas rotinas, adotou o processo continuado de melhoria da gestão, seguindo padrões de desempenho e levando em conta a otimização de recursos.