Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Gestão > Notícias > Instituto Federal do Mato Grosso adere ao sistema para tramitação eletrônica de processos

Notícias

Instituto Federal do Mato Grosso adere ao sistema para tramitação eletrônica de processos

Ferramenta desburocratizou processos e reduziu gastos nos 25 órgãos e entidades federais que aderiram ao sistema

publicado:  15/07/2016 12h29, última modificação:  21/07/2016 11h14
O Instituto Federal do Mato Grosso (IFMT) assinou, nesta quinta-feira (14), Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP) para adesão ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI). Com isso, a tramitação de processos da instituição passará a ser 100% eletrônica a partir de setembro. O objetivo é dar maior agilidade às análises de processos, gerar economia de recursos públicos e ampliar a transparência na gestão.
 
“O SEI trará redução no tempo de tramitação de processos dentro do Instituto. Temos unidades de ensino distantes da sede, agora será possível diminuir os gastos com o transporte de documentos e aumentar a velocidade de resposta às demandas”, comemorou o reitor do IFMT, José Bispo Barbosa.
 
No Ministério do Planejamento, em março de 2016, o SEI completou um ano de uso efetivo em todos os processos. Com mais de 4,6 mil usuários ativos, a ferramenta foi utilizada para a tramitação eletrônica de mais de 240 mil processos e 1,3 milhão de documentos.
 
Outros órgãos que aderiram ao SEI já perceberam economia significativa na compra de papéis e materiais de impressão. Levantamento do Ministério da Integração mostra que, de junho a setembro de 2015, a pasta reduziu em 60% o volume comprado de resmas de papel, 40% em canetas, 66% em etiquetas e 36% em clipes. No Ministério da Justiça, foi estimada uma economia de R$ 2 milhões em um ano de uso do sistema.
 
Atualmente 25 órgãos e entidades já utilizam o SEI e 62 estão em fase de implantação. De acordo com o Decreto nº 8.539/2015, até outubro de 2017 todos os órgãos da Administração Federal direta, autárquica e fundacional devem usar o meio eletrônico para a tramitação de seus processos administrativos.
 
“A adesão do IFMT ao SEI colabora para redução de custos e aumento da eficiência na Administração Pública Federal. A meta do Ministério do Planejamento é assinar o acordo de cooperação com órgãos e entidades abrangidos pelo Decreto e fortalecer a rede colaborativa do Processo Eletrônico Nacional no Governo Federal”, disse o secretário-adjunto de Gestão do MP, Cassiano de Souza Alves.
 
PEN
 
O SEI é uma das três ações do Processo Eletrônico Nacional (PEN), coordenado pelo MP. Desenvolvida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF 4ª), a solução é cedida gratuitamente para os órgãos do Poder Executivo Federal e permite transferir a gestão de documentos e de processos eletrônicos administrativos para um ambiente.