Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Gestão > Notícias > INSS é autorizado a contratar 190 engenheiros de forma temporária

Notícias

INSS é autorizado a contratar 190 engenheiros de forma temporária

publicado:  07/04/2015 15h24, última modificação:  07/04/2015 15h24

Brasília, 10/9/2009 – Os ministros do Planejamento, Paulo Bernardo, e da Previdência Social, José Pimentel, autorizaram hoje, por meio da Portaria nº 288, da Seção 1 do Diário Oficial da União, a contratação temporária de 190 engenheiros, para trabalharem nas obras de construção das novas agências da Previdência Social a serem implantadas no país. A remuneração prevista é de R$ 3.800,00.

A medida visa à ampliação da rede de atendimento do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). O objetivo é prestar melhor atendimento aos segurados de cidades de porte médio (mais de 20 mil habitantes).

O INSS conta atualmente com 1.110 agências com maior concentração nos grandes centros urbanos. O projeto de expansão, previsto para ser concluído em 2010, irá alcançar 720 municípios brasileiros e beneficiar com os serviços previdenciários cerca de 31 milhões de cidadãos.

Os profissionais de Engenharia a serem contratados por tempo determinado serão designados para atividades técnicas de suporte, envolvendo a elaboração de projetos, a fiscalização e o acompanhamento das obras.

Os candidatos às vagas serão avaliados por meio de processo seletivo simplificado, que exige prova escrita. A seleção já poderá ser lançada a partir deste mês.

O edital de abertura de inscrições deverá especificar número de vagas, tipo de atribuição, valor do salário a ser pago e data de vencimento do contrato de trabalho, que é de um ano, prorrogável por mais um.

A contratação por tempo determinado no serviço público federal segue o que determina a Lei nº 8.745/93, que prevê o atendimento de necessidades de excepcional interesse público.

Os postos de trabalho temporário no INSS atendem ao contido na alínea “i do inciso VI do artigo 2º da lei – implantação de órgãos ou entidades ou de novas atribuições definidas para organizações existentes ou as decorrentes de aumento transitório no volume de trabalho.