Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Empresas Estatais > Notícias > Estatais investiram R$ 13,2 bilhões a mais em 2008

Notícias

Estatais investiram R$ 13,2 bilhões a mais em 2008

publicado:  02/02/2009 10h25, última modificação:  13/07/2015 16h57

Brasília, 02/02/2009 - O conjunto das 72 empresas estatais federais acompanhadas pelo Ministério do Planejamento, por meio do Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais- DEST, fechou o ano de 2008 com desempenho 33,2% superior em volume de investimentos ao realizado em 2007, ou R$ 13,2 bilhões a mais. De um montante de R$ 39,973 bilhões realizado em 2007 passou para R$ 53,243 bilhões em 2008. Desse total, 82,2% foram financiados com recursos das próprias estatais.

Em termos gerais, a execução dos investimentos em 2008 também foi melhor e atingiu 79,1% da dotação da Lei Orçamentária, comparado com 75% do realizado em 2007. Considerando-se apenas as empresas do setor de energia, este percentual de execução chega a 83% da dotação.

Os detalhes da execução do orçamento de investimento das empresas estatais foram publicados no Diário Oficial desta segunda-feira, 02.02, através da Portaria nº 5. A portaria traz o demonstrativo dos investimentos no bimestre novembro/dezembro de 2008, o total consolidado até o bimestre, além do coeficiente de desempenho.

O relatório traz, também, o demonstrativo por região das operações de crédito tomados pelas micro, pequenas e médias empresas junto às agências de fomento oficiais (Caixa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia).

PETRÓLEO/ENERGIA

Responsáveis por 90,7% do total dos investimentos das estatais, as empresas do setor de petróleo e energia tiveram desempenho acima da média: realizaram 82,9% da programação anual de 2008. Entre elas, o melhor desempenho foi o das empresas que compõem o Grupo Petrobras, com 85,4% – ou seja, R$ 46,9 bilhões executados de um total de R$ 54,9 bilhões da dotação orçamentária final.

Em que pese o quadro de crise internacional dos últimos meses de 2008, o percentual de 85,4% obtido pelo Grupo Petrobras é ainda melhor que o do ano anterior. Em 2007, o desempenho observado foi de 81,4%. E uma das empresas do grupo no exterior se destacou no ano passado como a de melhor desempenho entre as 72 estatais acompanhadas pelo Dest: a Petrobrás Netherlands B.V., que alcançou 104,9% de desempenho.

O BIMESTRE

Relativamente ao sexto bimestre, o desempenho em 2008 foi quase cinco pontos percentuais superior a igual período de 2007. Em novembro/dezembro de 2008, as empresas estatais realizaram investimentos no valor de R$ 15,02 bilhões, equivalentes a 22,3% da dotação anual, enquanto no mesmo período do ano anterior o percentual ficou em 17,4% – R$ 9,3 bilhões de uma dotação anual R$ 53,3 bilhões.

Além dos níveis de execução superiores em relação às demais, as empresas da área de petróleo e energia se destacaram também com alguns programas que, além do alto volume de recursos envolvidos, tiveram desempenho superior ao índice médio de 79,1%.

O demonstrativo do Dest cita cinco exemplos: Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico nas Áreas de Petróleo e Gás Natural, representando execução de 96,4% do limite autorizado para o ano; Atuação Internacional na Área de Petróleo, 93,6% ; Desenvolvimento Tecnológico do Setor de Energia, 93,6%; Oferta de Petróleo e Gás Natural, 93,0%; e Qualidade de Insumos e Serviços Agropecuários, com 91,1%.

A portaria publicada hoje pelo Dest mostra também que das 72 empresas com Orçamento de Investimento, 13 apresentaram no ano passado desempenho superior, em termos percentuais, à media geral de 79,1%.

São elas: Petrobrás Netherlands, ou PNBV, com 104,9%; Transportadora do Nordeste e Sudeste (100%); Companhia Energética do Amazonas, Ceam, que foi incorporada pela Manaus Energia, também com 100%; Transportadora Capixada de Gás (TCG), 100%; Eletropar, 100%; Petrobras International Braspetro (PIB BV), 94%; Cepel, 93,0%; Bvenergia, 90,1%; BR, 89,2%; Petrobras, 87,7%; Liquigás, 87,0%; Termobahia, 86,1%; e Petrobras International Finance Company (PIFCo), com 80,1%.