Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Assuntos Internacionais > Notícias > Delegação queniana busca informações sobre programas sociais brasileiros

Notícias

Delegação queniana busca informações sobre programas sociais brasileiros

Representantes do governo africano estiveram no Planejamento

publicado:  16/05/2016 12h41, última modificação:  16/05/2016 12h41
 
 
O secretário-adjunto de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (Seain/MP), Flávio Basílio, recebeu, na manhã desta segunda-feira (16), a delegação de representantes de governo do Quênia. A visita foi organizada pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC) do Ministério das Relações Exteriores (MRE) no contexto do programa de intercâmbio do governo brasileiro com 23 países africanos emergentes. 
 
Foto: Gleice Mere/Ministério do Planejamento 

O objetivo principal do programa é compartilhar experiências, intensões de práticas concretas e também elaboração, monitoramento e avaliação de políticas de desenvolvimento. Foram debatidos temas como o bolsa família, investimento em infraestrutura, agenda macroeconômica e a perspectiva da economia do Brasil.
 
A delegação chefiada pela secretária-executiva do Ministério do Trabalho e Assuntos para o Leste Africano, Susan Mochache, que se interessou em conhecer a experiência brasileira de programas sociais e como esses influenciam o desenvolvimento econômico. Ela observou que as políticas sociais brasileiras têm sido bem-sucedidas e servem como modelo para implantar programas semelhantes em países da África, observando-se as particularidades de cada um.
 
Flávio Basílio disse que o encontro é oportuno para mostrar que, apesar da crise, há um crescimento econômico de longo prazo e que este ocorre tanto no setor externo do comércio, quanto no desenvolvimento em infraestrutura. “O momento de crise é propício para reformas, o que não ocorre em períodos de prosperidade”, completou.
 
Também participaram da reunião o diretor do Departamento de Temas Sociais da Secretaria de Planejamento e Investimento Estratégico (SPI) do MP, João de Castro, a analista de projetos da ABC, Letícia Lopes, e o vice-diretor do Programa Mundial de Alimentação (PMA), Paul Turnbull.