Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Assuntos Internacionais > Notícias > Agência francesa demonstra interesse de financiar concessões brasileiras

Notícias

Agência francesa demonstra interesse de financiar concessões brasileiras

Executiva da Agência Francesa de Desenvolvimento foi recebida pelo ministro Dyogo Oliveira

publicado:  20/09/2016 14h57, última modificação:  21/09/2016 15h55
 
 
A diretora-executiva de Operações Financeiras da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Laurence Breton Moyet, manifestou interesse em financiar os investimentos de projetos de concessões em infraestrutura no Brasil. “Nossa agência é uma das poucas do mundo que oferece empréstimos com garantias de recursos soberanos e também não soberanos, em que não são necessários aportes do tesouro nacional”, informou a executiva em encontro com o ministro interino do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira.
   
Foto: Gleice Mere/Ministério do Planejamento 

Na oportunidade, Oliveira avaliou que o Brasil passa por uma fase de ajuste para alcançar estabilidade fiscal e que os investimentos em infraestrutura serão cruciais para a retomada do crescimento econômico. “O país passa por um momento ímpar de crescimento negativo há seis semestres, mas já há no horizonte sinais que indicam que esta tendência será revertida, acredito, já no próximo semestre”, considerou.
 
O ministro analisou que já se verifica melhoras no setor externo, com a estabilização dos preços das commodities conjugada a uma desvalorização cambial que beneficiam a economia nacional. Ele citou ainda o cenário político e de relações institucionais favorável com o novo governo do presidente Michel Temer, o encaminhamento da proposta de limitação dos gastos públicos (Proposta de Emenda à Constituição 241) e o compromisso assumido para realizar uma reforma da previdência como iniciativas que promovem a atração do investimento.   
 
Oliveira indicou aos representantes da AFD o potencial brasileiro em projetos de geração de energia renovável, especialmente relacionados à energia eólica. Ele também informou que o governo federal realiza um processo de revisão dos procedimentos da Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), órgão colegiado que coordena o processo de negociação para obtenção de financiamentos externos pleiteados pelos órgãos ou entidades do setor público com organismos multilaterais e agências bilaterais de crédito. O objetivo é reduzir os prazos no trâmite das análises dos projetos com a definição de prioridades.