Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Assuntos Econômicos > Notícias > Mantega dá o &quotsinal verde&quot para o acordo automotivo - 28/07/2003

Notícias

Mantega dá o &quotsinal verde&quot para o acordo automotivo - 28/07/2003

publicado:  07/04/2015 11h27, última modificação:  07/04/2015 11h27

Brasília, 28/07/2003 - O acordo automotivo que prevê a renovação da frota de veículos deverá entrar em vigor ainda este ano. De acordo com o ministro do Planejamento, Guido Mantega, o grupo executivo que discutiu o assunto já propôs ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior a execução do projeto. "Este acordo tem eventualmente alguns detalhes jurídicos e tributários e assim que isso tiver sido solucionado pode ser posto em prática", disse Mantega, acrescentando que não existe restrição por parte do Ministério da Fazenda sobre o acordo.

"É uma questão de governo, não é uma questão de ministério", disse o ministro, lembrando que o assunto está sendo discutido em conjunto com os Ministérios do Desenvolvimento, do Planejamento, da Fazenda e da Casa Civil.

Segundo Mantega, tanto consumidores quanto montadoras terão benefícios. Para os consumidores é preciso baratear ainda mais o crédito para a compra de automóvel. Com relação às montadoras ele informou que está sendo discutida a redução de IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados) e ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços). Mantega informou que o governo não sai perdendo porque o setor automotivo tem um efeito multiplicador, e com o acordo o ganho está na maior quantidade de vendas e na geração de empregos. O fato de as montadoras terem suspendido as demissões demonstra o preparo para o aumento da demanda que virá com este acordo, justificou.

O ministro Guido Mantega participou há pouco do seminário "Como financiar o crescimento", que acontece em São Paulo.

 

Fonte: Agência Brasil - ABr