Você está aqui: Página Inicial > aedes > notícias > Mutirão combate mosquito Aedes no edifício-sede do Ministério da Defesa

Notícias

Mutirão combate mosquito Aedes no edifício-sede do Ministério da Defesa

publicado:  29/01/2016 14h00, última modificação:  03/02/2016 15h24

Os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti nos edifícios do Ministério da Defesa (MD), na Esplanada dos Ministérios, começaram cedo. Desde as 8h da manhã desta sexta-feira (29), uma equipe composta por 87 profissionais da limpeza e 12 supervisores participou do mutirão realizado no prédio da Administração Central do MD e também no edifício-anexo.

O gerente de Patrimônio, Obras e Serviços do ministério, general José Rosalvo Leitão de Almeida, também esteve presente e destacou o papel da Defesa na conscientização dos servidores. “Estamos atuando no combate a um problema sério que é o Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e do vírus Zika. O importante é que o cidadão esteja consciente de que todos devem contribuir para erradicar os possíveis focos do mosquito”, disse.

Ambientes como calhas de captação de água pluviais, ralos, esgotos, bueiros, jardins, marquises, grelhas, depósitos de lixo, entre outros, foram vistoriados e limpos pelo mutirão. A força-tarefa se estenderá até o dia 4 de fevereiro. No entanto, após essa data, o Ministério da Defesa vai manter as ações de combate ao mosquito com ações de manutenção predial e vistorias semanais – atividades que sempre fizeram parte da rotina da pasta.

De acordo com o coordenador de segurança do Ministério da Defesa, auxiliar fuzileiro naval capitão Oseias Trajano de Barcellos, os servidores da Defesa foram receptivos à ação: “Estamos passando em todas as salas para olhar geladeiras, bebedouros e vasos de planta e temos sido muito bem recebidos. Os servidores estão colaborando”. Panfletos com orientações sobre o combate ao Aedes também foram entregues.

Esplanada contra o Aedes

A ação de prevenção ao mosquito está sendo realizada em todos os órgãos ligados ao governo federal espalhados pelo País. No total, segundo dados do Ministério do Planejamento, são 1,6 milhão de servidores federais empenhados em exterminar o mosquito.

Atuação do Ministério da Defesa

O MD, assim como todo o governo federal, está empenhado no combate ao Aedes aegypti. O trabalho das Forças Armadas vai ocorrer em quatro fases: mutirão em todas as 1.200 organizações militares brasileiras (de hoje até o dia 4 de fevereiro), campanha de mobilização da população (dia 13 de fevereiro, com participação de 220 mil militares), atuação direta no combate ao mosquito (entre os dias 15 e 18 de fevereiro, com mobilização de 50 mil militares em 356 municípios) e trabalho de conscientização em unidades de ensino (ação em planejamento com o Ministério da Educação).

Fonte: Ministério da Defesa