Você está aqui: Página Inicial > aedes > notícias > Mapa começa mutirão contra a dengue

Notícias

Mapa começa mutirão contra a dengue

Primeira ação para combater o Aedes aegypti, que também causa zika e chikungunya, foi no edifício-sede e no anexo do ministério

publicado:  29/01/2016 00h00, última modificação:  03/02/2016 14h30

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) começou nesta sexta-feira (29) um mutirão de vistorias nas instalações do edifício-sede e do prédio anexo para combater focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, que também provoca chikungunya e zika (esta pode causar microcefalia em bebês). A campanha se estenderá até o dia 4 de fevereiro (quinta-feira). A iniciativa faz parte de uma ação que integra todo o governo federal.

O brigadista do Mapa Luiz Américo coordenou a visita com servidores do Departamento de Gestão Interna (DGI) e mostrou onde seriam os possíveis focos do mosquito, a fim de que fossem tomadas providências, como a limpeza desses locais. Foram vistoriadas calhas d’água, bueiros, refletores, obras em construção entre o edifício-sede e o anexo, poço do elevador e a cobertura.

“Identificamos água parada nas calhas em frente ao Mapa, em bueiros na garagem e na cobertura. É preciso fazer uma limpeza quinzenal desses locais para que o mosquito não tenha chance de nascer”, disse Luiz Américo. O brigadista também alerta para vasos com plantas nas salas de trabalho e nos banheiros, porque também são locais de fácil desenvolvimento do mosquito.

A partir da próxima semana, a campanha vai sensibilizar os servidores e funcionários terceirizados para que comecem a se comprometer com o “dia da faxina” no local de trabalho.

Campanha nacional

O país vive um momento delicado no enfrentamento das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e o mutirão nos prédios públicos federais é uma resposta engajada e comprometida com a saúde de todos os brasileiros. O mutirão é uma iniciativa inicial de um trabalho que será feito de forma contínua pela administração pública federal no combate ao mosquito.

A iniciativa foi desenvolvida pela Presidência da República em parceria com os ministérios do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) e da Saúde (MS).

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento